sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Veja quais são os 10 países menos corruptos do mundo:

Imagem de Descubra quais são os 10 países menos e os 10 mais corruptos do mundo no megacurioso



Ranking elaborado pelo pessoal daTransparency International, que, todos os anos, analisa pesquisas realizadas por instituições respeitáveis dos 175 países que aparecem na sua classificação.

10º lugar: Austrália

Pontuação: 80.

Apesar de a Austrália não contar com uma legislação claramente elaborada com respeito ao combate à corrupção, o país não enfrenta problemas muito significativos nesse sentido — e ficou em 10º lugar no ranking.

9º lugar: Canadá

Pontuação: 81.

Com um escore 81 de 100, o Canadá conquistou a 9ª colocação na lista, embora o levantamento feito pela Transparency International tenha revelado que 30% dos empresários canadenses acreditam que a corrupção e os subornos sejam um grande problema no país — e que o governo não está fazendo muita coisa para solucionar isso.

8º lugar: Luxemburgo

Pontuação: 82.

Luxemburgo bateu os 82 pontos no ranking da Transparency International, mas, apesar do bom desempenho, os habitantes do Estado revelaram que não confiam muito nos partidos políticos luxemburgueses.

7º lugar: Holanda

Pontuação: 83.

Holanda conta com uma rígida política anticorrupção e com um sistema judiciário independente, e isso certamente se reflete em sua “nota” de 83 pontos na classificação geral.

6º lugar: Singapura

Pontuação: 84.

Outro local que implementou uma forte política anticorrupção e duras punições para garantir que as leis sejam seguidas é Singapura, que ficou em sétimo lugar com 84 pontos no ranking da Transparency International.

5º lugar: empate entre Noruega e Suíça

Pontuação: 86.

Na Noruega, os habitantes podem não só ser processados por corrupção no país, como responder por crimes cometidos no exterior também. Portanto, não é de se surpreender que os casos relacionados com esse tipo de infração sejam extremamente raros.
Já na Suíça, assim como em Luxemburgo, a população não confia muito em seus políticos, não. Porém, outros aspectos avaliados pela Transparency International acabaram compensando esse aspecto negativo apontado pelos suíços, levando o país a bater os 86 pontos no ranking e dividir o 5º lugar com a Noruega.

4º lugar: Suécia

Pontuação: 87.

Além de a Suécia contar com leis anticorrupção efetivas, a maioria das agências governamentais se destaca por seu alto grau de transparência.

3º lugar: Finlândia

Pontuação: 89.

Com 89 pontos de 100, a Finlândia se destacou pela eficiente estrutura criada para combater a corrupção — que é praticamente inexistente no país.

2º lugar: Nova Zelândia

Pontuação: 91.

Nova Zelândia, com seu governo sólido e respeitado, bateu a “nota” 91 no ranking e ficou apenas 1 ponto abaixo do grande vencedor.

1º lugar: Dinamarca

Pontuação: 92.

A população dinamarquesa exige total transparência do Governo e cobra que as empresas e demais organizações que atuam no país assumam cada vez mais responsabilidade social — e não se contenta com promessas. Assim, por essas e outras, a Dinamarca ficou em primeiro lugar no ranking com 92 pontos e recebeu o título de nação menos corrupta do mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas