terça-feira, 6 de outubro de 2015

Veja passo a passo como fazer o número da sua casa com mosaico



Fonte ; Vila do Artesão

Eu faço os números em base de fibrocimento ou piso. Como tenho muitos pisos que sobraram de uma obra, estou aproveitando tudo!

O primeiro passo é cortar sua base na medida desejada. Eu corto os pisos com a Makita, uma serra adequada para este material. Se você não tem uma serra de corte, pode pedir para um pedreiro fazer esta parte.




Um número bonito deve ter alguns desenhos/detalhes, para ficar bem “aparecido”. Afinal, a intenção é que ele seja visto por todos, não é mesmo?

Geralmente, faço os números na medida 30 x 30 cm, porque aí é possível fazer alguns desenhos. Como este número foi feito para uma amiga, ela me deixou criar! Adoro!!!

Coloquei o número na lateral inferior direita, mas você pode fazer de acordo com suas preferências. Não há uma regra. A maior parte dos números que faço por encomenda é centralizada.

Eu não uso moldes para meus desenhos, nem para os números. Meço direitinho o espaço onde eles ficarão, e respeito as linhas superior e inferior, para que tudo fique alinhado, e o resultado final seja perfeito.
Uma sugestão para quem tem medo de arriscar é fazer os números no computador, escolhendo a fonte e o tamanho, e imprimir, para depois passar o molde, com o auxílio de uma folha de carbono, para a base. Há muitas fontes lindas, ou seja, você pode fazer números em diferentes estilos, e também com vários tamanhos.

Depois que risco os números, crio os desenhos que quero. Os que mais gosto são as flores e arabescos, pois são motivos alegres, que combinam com qualquer ambiente. Cada número que faço mede geralmente 14 cm de altura por 8 cm de largura. A medida total do número deste passo a passo é: 14 cm de altura x 24 cm de largura.

Este trabalho pode ser feito também com cacos de azulejos. Use o material que você preferir, ou o que for mais acessível.


A largura dos números que faço é igual a 2/3 de uma pastilha. Corto a pastilha, deixando 1/3 dela de lado, e uso os 2/3 restantes.



Estes 2/3 corto pela metade, mas não todas no mesmo formato. Quando o número é mais reto, como o 1, uso pedaços mais retos. Quando o número tem curvas, uso mais pedaços irregulares.

Como o número tem que ser perfeito, para que seja identificado e reconhecido rapidamente, os cacos devem ser colados bem próximos, sem quase nada de espaço entre eles.

Uma dica para quem está começando é que monte cada número sem colar, para fazer tudo perfeitinho, corrigindo os erros com calma, e somente depois fixe os cacos com cola, nos lugares exatos.

Lembre-se sempre que as pastilhas devem ser coladas com o lado liso para cima.

Neste mosaico, sempre faço os números primeiro.


Passe um pouco de cola e fixe os cacos, formando o número.

Siga colando as pastilhas.


Pausa – Gente, quando eu percebi, havia feito o número invertido… Ainda bem que vi o erro antes de a cola secar, e pude arrumar tudo rapidamente. O número é 431, e eu fiz 341. Bom pra vocês verem como tudo tem conserto.



Logo tirei as peças, e montei os números na ordem certa! Ufa! Que trabalheira!

Depois de terminar os números, esperei secar um pouco, e comecei os desenhos.

Como a área é pequena, corremos o risco de esbarrar no que já foi feito, e tirar os cacos do lugar. É necessário prestar bastante atenção para que isso não ocorra, nos dando trabalho dobrado.


Depois dos desenhos, fiz o fundo.


Para o fundo, corto as pastilhas pela metade, algumas mais retas, outras mais inclinadas. Onde há espaços menores, corto cacos menores para preenchê-los.


Começo sempre pelas bordas, alinhando todos os cacos com os contornos da placa. Não permito que os cacos fiquem para fora, nem para dentro das linhas.


Nos números, sempre faço o fundo bem claro, geralmente branco, para dar um contraste com a cor escolhida para os números, proporcionando um destaque maior dos mesmos.

Conforme faço as bordas, viro cuidadosamente a placa, para que os cacos fiquem em seus devidos lugares.

Depois de fazer a borda, espero aproximadamente uma hora, e faço o restante do fundo. Depois de todo o mosaico feito, espero secar de um dia para o outro.


No outro dia, sigo as etapas do passo a passo básico: rejuntar…..


….limpar o excesso e esperar secar……

…….limpar bem,


……passar verniz acrílico, retirando prontamente o excesso dos cacos.


Nas laterais, passo o rejunte com o dedo, preenchendo todos os vãos. Depois de seco, tiro o excesso com uma lixa.


Depois que lixo as laterais, aplico 2 demãos de tinta esmalte branco à base de água.
Pronto  Dá trabalho, mas vale muito à pena!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas