quinta-feira, 17 de setembro de 2015

A ciência da fofura: 7 características que tornam uma criatura adorável


Imagem de A ciência da fofura: 7 características que tornam uma criatura adorável no megacurioso

As pessoas costumam se derreter com qualquer criatura que considerem fofa. Aqui no Mega Curioso, frequentemente publicamos casos de “fofura” que quebram a internet. Mas o que faz uma criatura ser adorável?



Recentemente, uma campanha estourou no Twitter com a temática “fofura” (na qual os participantes utilizavam a hashtag #CuteOff e postavam fotos de animais “fofos”) e tinha o intuito de conscientização da população para a conservação da vida selvagem. 



Baseado nisso, o site Live Science resolveu listar sete pontos determinantes para que uma criatura seja considerada fofa ou adorável.


1. Olhos grandes


Uma das características mais predominantes nas imagens de animais compartilhadas na campanha do Twitter é a de olhos grandes. Esse fator pode ser facilmente explicado por um estudo de 1979, pelo qual subentende-se que a característica de olhos grandes remete a imagem de bebês humanos às pessoas.

O estudo sugere que até mesmo bebês e crianças pequenas acham fofos outros bebês com traços mais infantis que os deles. Segundo a pesquisa, esses traços seriam olhos grandes, testa larga, um rosto fino, mas com bochechas fofas, nariz e boca pequenos.


Assim, o Live Science conclui que se essas características são atrativas para os humanos por lembrarem seus bebês, elas têm o mesmo papel nos animais. Portanto, olhos grandes em relação aos demais traços do rosto são adoráveis.
2. Juventude

Novamente a relação dos humanos com os seus bebês tem a ver com o conceito de fofura que os conquista. Segundo um estudo realizado em 2013, as pessoas reagem aos animais da mesma maneira que reagem aos momentos fofos de seus bebês.


Ainda segundo a pesquisa, as mulheres são mais sensíveis do que homens para responder aos encantos de um bebê animal. Além disso, pessoas com mais empatia tendem a se derreter mais por animais recém-nascidos do que pessoas com níveis mais baixos de empatia.

Os pesquisadores sugerem então, que essa atração por bebês animais é refletida por uma questão evolucionária que seria a do instinto de proteção aos bebês da nossa própria espécie. Entretanto há uma outra observação dos cientistas sobre a ligação com os animais estar relacionada com o bem-estar. Assim sendo, talvez a fofura dos animais bebês esteja neles mesmos.
3. Tamanho pequeno

Esse ponto não possui estudos científicos que o comprovam, mas segundo o site Live Science, a quantidade de imagens de criaturas extremamente pequenas, compartilhadas na campanha via Twitter, evidencia essa questão. Mais ou menos assim, se você não for um bebê, pelo menos tenha o tamanho de um para parecer fofo. Bom, não há nada que comprove a relação de pequenez e fofura com os traços de bebês, como ocorreu nos itens anteriores, porém, não podemos negar, que o tamanho pequeno também é uma característica das crianças recém-nascidas ou de pouca idade.

Será que é isso que diferencia os pôneis dos cavalos?

O Live Science menciona um artigo de 2012, no qual é sugerido que essa atração por tamanho reduzido das criaturas tenha a ver com lembrança de bonecos de brinquedo. Como eles também são pequenos e há a sensação de poder sobre coisas em miniatura, isso pode explicar o sentimento em torno dos animais com proporções menores.
4. Mamíferos

Mamíferos levam vantagem e isso foi possível constatar, segundo o Live Science, também pela campanha com a hashtag #CuteOff no Twitter. Mesmo a campanha tendo sido lançada por herpetólogos, logo a rede foi tomada por fotos de mamíferos. E isso tem uma explicação bem simples: humanos são mamíferos, logo teriam uma adoração maior por outros seres coberto de peles e pelos.

Este item introduz e explica o próximo.
5. A pele
Muitas foram as postagens com outras classes de animais. Em um momento, houve uma campanha encabeçada por um grupo de entomologistas que procurou postar casos de insetos com características incomuns. Uma delas é a pelugem que algumas espécies apresentam, como no caso de uma espécie de abelha que fez sucesso, além de outros insetos incomuns.

Espécie de abelha felpuda... fofa? Você pode dizer

Logo, se humanos possuem tendência a se sentir conquistados por características semelhantes à da sua classe, a característica de possuir pelos é um dos pontos que nos fazem achar algo ou alguma coisa fofa. Não pelos em si, mas algo que pareça felpudo aos nossos olhos, como algumas espécies de abelhas e outros insetos.
6. Carinhas de sorriso

Como diria uma música do cantor Armandinho, “às vezes a paz de um sorriso pode desarmar uma guerra”. O que dizer daqueles animaizinhos que a todo momento parecem estar sorrindo para nós? Os deboístas que o digam, não é mesmo? Pois bem, pesquisas comprovam que um sorriso é capaz de aproximar as pessoas, além de que pessoas mais sorridentes são apontadas como mais espertas e amáveis.


E a aparência sorridente como fonte de atratividade e fofura, sem dúvida se estende aos animais. Na campanha realizada no Twitter, os herpetologistas disseminaram muitas espécies de sapos, cobras e lagartos que ostentam um singelo e cativante sorriso, mostrando que este é um dos itens que causa a fofura.
7. Domesticação

A possibilidade de domesticação de algumas espécies é, sem dúvida um diferencial para eles serem considerados fofos. Segundo o Live Science, a fofura anda de mãos dadas com animais domésticos, já que estes apresentam diferenças físicas e de personalidade determinantes para aprimorar a relação com os humanos. Animais domesticados foram criados a partir das mais dóceis e amigáveis espécies, logo permitem uma ótima convivência com humanos.

Shih Tzu: uma das espécies mais populares entre os cães domesticados

Além disso, um experimento na Rússia procurou domesticar raposas para viverem em casas e com humanos. As raposas que nasceram e foram domesticadas apresentaram características mais adaptadas a esse tipo de convivência como um porte físico menor e menos robusto do que seus ancestrais.

Na campanha #Cuteoff, em determinado momento, milhares de pessoas passaram a participar postando imagens de seus animais de estimação na rede, mostrando o quanto eles podem ser fofos e adoráveis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas