terça-feira, 18 de agosto de 2015

Seis projetos arquitetônicos não recomendados para quem tem medo de altura

Reprodução
Confira: 


Já imaginou se hospedar em uma cápsula que fica pendurada na beira do abismo? Ou visitar um museu que fica dentro de uma montanha a mais de dois mil metros de altura? Pois saiba que uma turma de arquitetos audaciosos não economizou na criatividade para criar alguns projetos pelo mundo que desafiam o perigo. O site Glamourama selecionou seis construções para quem não tem medo de vertigem. Confira: 

1. Chäserrugg, Suíça 

Reprodução
Reprodução


No topo da montanha Chäserrugg, na Suíça, fica o ambicioso projeto do escritório Herzog & de Meuron: uma estação de esqui que se ergue a 2.260 metros do chão, originalmente construída na década de 70 e que foi completamente reformada, ganhando um fachada de vidro que permite olhar o visual de cair o queixo do lugar. 

Um novo restaurante também integra as novidades do complexo, que é todo feito de madeira maciça em uma fundação de concreto, pré-fabricada por artesãos locais no vale e montada no topo da montanha. 

2. Vale Sagrado dos Incas, Peru 


Reprodução
Reprodução


Quem quiser se hospedar aqui, não pode ter medo de altura: o Skylodge Adventure Suites, no Peru, é composto por três cápsulas de 7,5 metros de comprimento e 2,6 metros de largura que estão "penduradas" nas montanhas dos Andes a mais de 400 metros de altura. Cada cápsula tem quatro camas, sala de jantar e uma casa de banho e é fabricada em alumínio aeroespacial e policarbonato de alta resistência. 

A iluminação é totalmente ecológica, graças a painéis fotovoltaicos que permitem armazenar energia em baterias. As cápsulas dispõem de seis janelas cada, o que permite desfrutar de vistas de cortar a respiração para o Vale Sagrado dos Incas, em Cusco, nos Andes peruanos. Mas todo o luxo e reverência têm um preço: a estadia de uma noite custa cerca de 600 euros. 

3. Torre de Observação do Rio Mur, Europa Central 


Reprodução
Reprodução


Concluída em 2009, esta torre de observação é inspirada na estrutura de uma hélice dupla, e tem uma espiral estonteante que não é para fracos. Projetada pelos arquitetos da firma alemã Terrain, a estrutura é feita de duas escadarias que se enrolam em torno uma da outra, permitindo que o visitante tenha várias vistas diferentes da paisagem. 

O rio Mur marca a fronteira com a Eslovênia, e o que costumava ser uma área restrita ao longo da Cortina de Ferro é agora parte do Cinturão Verde Europeu, permitindo que os visitantes misturem o passeio ecológico com um pouco de história 

4. Trollstigen, Noruega 


Reprodução
Reprodução


Inaugurado em 2012 e criado pelo estúdio norueguês Reiulf Ramstad, o centro de visitantes de Trollstigen é um dos cinco projetos arquitetônicos espalhados por uma estrada de 106 quilômetros no oeste da Noruega. 

Empoleirado sobre uma passagem entre profundos fiordes, o lugar só pode ser visitado durante o verão, por causa do rigoroso inverno local. "A intervenção arquitetônica é respeitosamente delicada e foi concebida como uma fina malha que leva os visitantes de uma vista incrível a outra", afirmam os autores do projeto. 

5. Plan de Coronen, Alpes italianos 


Reprodução
Reprodução


Os alpes italianos acabaram de ganhar um novo spot que já promete virar sensação entre os turistas: o Messner Mountain Museum, que fica na montanha de Plan de Corones, na região de Alto Adige. 

Situado a 2.275 metros acima do mar, o novo projeto de Zaha Hadid é pequeno, porém ousado, e fica inscrustado no coração do Tirol, onde se extende pelo interior da montanha em uma espécie de labirinto que respeita a design natural do lugar, mas criando um ambiente moderno com as aberturas envidraçadas e as varandas-mirante que são especificadamente projetadas para garantir que os interiores do museu, dedicado ao alpinismo, sejam iluminados naturalmente. 

6. Vitória, Austrália 


Reprodução
Reprodução


A Cliff House foi projetada para ficar em Vitória, na Austrália, e teve seu conceito criado pelo escritório de arquitetura Modscape. O projeto tem estrutura de metal e vidro e seus cinco andares são sustentados por barras de aço fincadas no precipício. 

O módulo pré-fabricado foi imaginado para pessoas que gostariam de viver em ambientes mais "extremos" da costa da Austrália. E, de fato, emoção é o que não falta aqui! Além dos quartos, da cozinha, banheiro e sala de estar posicionados ao longo da estrutura, a casa ainda tem duas áreas externas, uma delas com um pátio com cozinha e uma jacuzzi. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas