segunda-feira, 3 de agosto de 2015

Gato por lebre: 10 alimentos que você compra sem saber que é enganado



Se você quer comprar alimentos 'puros' (ou quase) e garantir mais sabor à mesa, tem que ler as letras miúdas das embalagens e colocar a mão no bolso. É isso mesmo, não tem chororô. Quanto mais autêntico o produto, mas caro ele será. Não adianta se enganar achando que encontrou uma legítima linguiça calabresa, por exemplo, por um precinho legal. Se o produto estiver muito barato, com certeza leva misturas nada honestas na sua composição. Os legítimos são sempre mais caros.

Por isso, se você não quer comprar gato por lebre, fique de olho: na maioria das vezes aquele produto baratinho não é o que você acredita que está adquirindo. O site BuzzFeed listou 10 alimentos que você compra sem saber que está sendo enganado. Anote e não caia mais nesse tipo de cilada:

1. X-'picanha' congelado

A embalagem avisa que o lanche, na real, é "de carne bovina e de carne de frango sabor picanha e queijo processado sabor cheddar congelado". Tem tudo, menos picanha!

2. Muçarela de 'búfala'

A maioria das marcas admite, em letras menores, na própria embalagem: algumas vêm com até 80% de leite de vaca mesmo, e só 20% de búfala.

3. Molho de 'mostarda'

Segundo o IDEC (Instituto de Defesa do Consumidor), em qualquer embalagem os ingredientes que aparecem primeiro são os que estão presentes em maior quantidade. Portanto, se no potinho estiver escrito "água, vinagre, açúcar, amido e sementes de mostarda", você já sabe.

4. 'Azeite'

Reprodução
Reprodução


Não se deixe levar pelas imagens de oliveiras: lendo a embalagem, você pode descobrir que está diante de um óleo composto de soja e oliva (sendo que a soja compõe até 80% do produto).

5. 'Leite' com chocolate

De novo, atenção na embalagem: se diz "bebida láctea", continue lendo. Provavelmente será uma mistura de soro de leite com leite em formas variadas, como reconstituído ou em pó.

6. 'Mel'

Nos supermercados, mel de verdade, alimentos à base de glicose (muito processados e cheios de açúcar) e melado de cana são vizinhos de prateleira.

7. Linguiça 'tipo calabresa'

Não se engane com o truque linguístico: na embalagem aparece "carne suína, carne mecanicamente separada de aves (…), proteína de soja". Mais uma vez tem de tudo um pouco, menos carne de porco.

8. 'Cerveja'

Segundo a lei alemã de pureza, cervejas devem ser feitas apenas com água, cevada e lúpulo. Segundo instrução do Ministério da Agricultura, outros ingredientes podem ser usados, desde que não passem de 45%. A maioria das cervejas brasileiras, que trazem na embalagem o uso de "cereais não maltados", são feitas com até 50% de milho.

9. 'Iogurte'

Se o rótulo traz bebida láctea fermentada, então não é iogurte. É quase. Como o 'leite com chocolate', bebidas lácteas levam soro de leite.

10. 'Requeijão'

O que deveria ser feito apenas com derivados de leite às vezes vem com derivados vegetais, como amido, descritos em letras bem pequenas na embalagem. (Com informações do BuzzFeed)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas