terça-feira, 30 de junho de 2015

Novo exame é capaz de detectar a dengue nas primeiras horas de infecção


Reprodução



O Laboratório Frischmann Aisengart oferece um teste laboratorial molecular capaz de identificar a dengue já nos primeiros dias de infecção. Os testes anteriores só identificam a doença quando o paciente já está com um quadro avançado da dengue. "Isso acontece porque boa parte dos exames laboratoriais avalia os anticorpos produzidos pelo organismo em resposta ao vírus. 



E, em muitos casos, essa produção pode levar dias para ser constatada por meio de análise sanguínea. Caso o teste seja feito no estágio inicial da doença, poderá ter como resultado o chamado ‘falso negativo’", afirma o assessor científico de Biologia Molecular do Laboratório Frischmann Aisengart, Thiago Guerino. 

Segundo Guerino, o teste molecular se destaca por detectar a doença a partir da presença do vírus no organismo da pessoa, o que costuma acontecer, em média, de um a três dias do surgimento dos primeiros sintomas. O processo de análise do teste molecular é seguro e compostos de várias etapas. 

Após a extração do material genético do vírus, ocorre a amplificação de seu RNA por meio de uma reação de PCR em tempo real (PCR – Reação em Cadeia da Polimerase), utilizando sequências de nucleotídeos específicas (primers) para se ligarem ao material genético viral. "Em caso de presença do vírus, os primers se ligam às sequências, amplificando o material genético viral e gerando uma curva de amplificação positiva", afirma Guerino. 

Outro ponto positivo do teste molecular é que ele é capaz de identificar qual é o sorotipo de dengue presente no infectado: DEN-1, DEN-2, DEN-3 ou DEN-4. Esta última ainda é rara no país, mas tem afetado um número cada vez maior de pessoas. "Resumindo, o exame é dividido em duas partes: detecção, onde é procurado o vírus no sangue, e sequenciamento, que identifica e qualifica o vírus encontrado", destaca o especialista. 

O exame leva até três dias para ficar pronto, menos que o de sorologia, também muito usado para diagnóstico da dengue. "O teste sorológico tem se mostrado muito seguro, mas pode levar até cinco dias para apontar os resultados". Vale ressaltar que o teste molecular dispensa preparos prévios e jejum. 

Sintomas 

O crescimento dos casos de dengue tem preocupado os brasileiros de todos os estados. Isso porque, segundo os Centros de Notificação, desde janeiro foram detectadas mais de 1 milhão de vítimas da doença. 

Para evitar complicações, é importante procurar o seu médico assim que surgirem os seguintes sintomas: febre, dor de cabeça e no fundo dos olhos, manchas vermelhas pelo corpo e dores nas articulações. Embora a dengue não tenha um tratamento específico, é preciso que o paciente siga algumas recomendações, como ficar em repouso e ingerir bastante líquido. Do contrário, ele pode desenvolver complicações. 

"O diagnóstico precoce evita também que o paciente se automedique, o que pode agravar ainda mais a doença", alerta Guerino. Caso o exame aponte um resultado negativo, mas os sintomas persistirem, o médico deve ser procurado novamente para uma reavaliação. 


Fonte : bonde

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas