quinta-feira, 7 de maio de 2015

Por que acordamos com 'remela' nos olhos?

Pois é, quem nunca acordou com uma bolota de “remela” nos olhos, não é verdade? Mesmo sendo uma coisa bem nojenta e que gera aquele aspecto de “pessoa suja, porca” para aqueles que teimam em carregá-las no lado ocular do rosto, saiba que a remela é praticamente sagrada para o corpo humano — sim, é verdade!
Ela não é nada mais do que a forma sólida do líquido que compõe a lágrima, que é formada enquanto você aproveita as suas preciosas horas de sono, ficando acumulada no canto dos olhos ao acordar ou depois de “tirar” longos cochilos durante o dia.
A “remela” é formada por três componentes: muco (responsável por reter a poeira), uma camada líquida (composta por sal, proteínas e substâncias essenciais para a córnea humana) e gordura (que não deixa a lágrima evaporar nos olhos). Conforme você pisca, o excesso dela fica acumulado nos cantos do globo ocular, e isso não é tão nojento assim.

***

E você, leitor, acorda com muita “remela” nos olhos? Não deixe de compartilhar com a gente nos comentários abaixo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas