sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

Boletim mostra ponto impróprio para banho no litoral paranaense


Arquivo/AEN


A balneabilidade da água na orla paranaense se mantem própria para banho na maioria dos locais monitorados pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Dos 90 quilômetros de faixa de areia, além dos pontos na Ilha do Mel, apenas 200 metros na Ponta da Pita, em Antonina, estão apresentam impróprios para banho. 

As informações estão no 4º boletim de balneabilidade da temporada divulgado nessa quarta-feira (24) pelo IAP. O monitoramento da qualidade da água é realizado desde a criação do órgão ambiental e avalia a concentração de bactérias Escherichia coli (E.coli) na água, que possibilita a verificação da contaminação por esgoto sanitário clandestino, de acordo com os padrões estabelecidos pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama). 



Por isso, o IAP alerta para que ao alugar uma casa para a temporada, o veranista verifique se o imóvel está devidamente ligado à rede de esgoto do município ou se a fossa séptica está devidamente limpa. 

O boletim com as informações sobre o monitoramento das prainhas artificiais do lago de Itaipu e do terminal turístico do rio Paranapanema, no norte do Estado, será divulgado na sexta-feira (26). No AnoNovo o boletim referente ao Litoral será emitido na quarta-feira (31) e o do interior na sexta-feira (2). 

SINALIZAÇÃO - No Litoral, os veranistas podem acompanhar a qualidade  das águas por intermédio de bandeiras instaladas na orla, em totens eletrônicos e outros serviços do Governo do Paraná. 

A bandeira de cor vermelha significa que a água está imprópria para banho nos 100 metros à esquerda e à direta da sinalização. A azul indica que a água possui bons índices e pode ser aproveitada pelos banhistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas