terça-feira, 23 de setembro de 2014

Por que as maçãs ficam marrons depois de cortadas?

Você já deve ter reparado que a maçã, minutos depois de cortada, começa a ficar marrom. A explicação para isso é relativamente simples: 

Quando a parte interna da maçã entra em contato com o ar, a fruta dá início a um processo de autodefesa contra a entrada de fungos e bactérias, por meio de algumas enzimas que reagem com o oxigênio, criando uma camada de proteção.
Resumindo, a culpada de tudo é a enzima polifenoloxidase que, quando em contato com o oxigênio, produz os tecidos marrons na fruta. A cor marrom aparece porque os compostos envolvidos nesse esquema de proteção acabam produzindo melanina, que é a responsável pela.

Truques

Para reduzir o processo de oxidação e, consequentemente, não fazer com que a maçã fique marrom rapidamente, uma solução simples é colocar a fruta, depois de cortada, na geladeira. Melhor ainda se você coloca-la em um saco fechado. Funciona também deixar os pedaços da fruta de molho.
E por que é que as maçãs não ficam escuras quando você as usa para fazer uma salada de frutas? A culpa, nesses casos, é das frutas ácidas, como o limão ou o abacaxi. Quando a maçã entra em contato com o ácido desses alimentos, o processo de oxidação é interrompido, afinal as enzimas de escurecimento são desativadas. O mesmo processo é valido para bananas, abacates e batatas.

Há pelo menos mais duas formas de interromper o processo de oxidação desses alimentos: passando sal ou açúcar no alimento ou o aquecendo em altas temperaturas. E aí, você já tentou alguma dessas dicas em casa? Deu certo? Conte para a gente nos comentários!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas