segunda-feira, 8 de setembro de 2014

A última superlua de 2014

A primeira superlua de 2014, em maio, registrada no Rio de Janeiro. (Foto: Ricardo Moraes/Reuters)

hoje à noite pinta nos céus a “superlua”. E aproveite, porque é a terceira e última vez neste ano que o fenômeno ocorre.


A superlua acontece quando duas coisas distintas coincidem: a Lua atinge seu estágio mais iluminado (a famosa Lua cheia) aproximadamente ao mesmo tempo em que chega ao ponto mais próximo da Terra em sua trajetória ligeiramente oval em torno de nosso planeta.

Essa aproximação é chamada de perigeu, e por isso o fenômeno é conhecido entre os astrônomos simplesmente como “Lua cheia no perigeu”. Eis que os astrólogos, sempre com aquele charme sedutor, deram a ela o nome popular que hoje está na boca do povo: superlua.

E o que ela tem de super? Bem, como está um pouco mais próxima de nós, ela aparece no céu proporcionalmente maior. Não é muita coisa. Entre uma Lua cheia no apogeu (cerca de 405 mil km de distância) e uma no perigeu (aproximadamente 360 mil km de distância), o aumento de tamanho é de 14% (com aumento de brilho de 30%).

Comparação entre uma Lua mais distante e uma "superlua", como a desta segunda.
Comparação entre uma Lua mais distante e uma “superlua”, como a desta segunda.
Ainda assim, é uma coisa bonita de se ver. Sem saber de nada, você poderia olhar e simplesmente notar como a Lua está de algum modo um pouco diferente, mais formosa que o usual. Sabendo do que se trata, adiciona-se uma nova camada ao prazer da observação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas