terça-feira, 27 de maio de 2014

Nutricionista esclarece vantagens de levar marmita ao trabalho

Confira receitas caseiras para se livrar dos restaurantes e deixar o almoço mais leve, barato e nutritivo

Chega uma hora em que os restaurantes perto do trabalho perdem a graça, principalmente se você descobre que o cardápio não é tão balanceado como gostaria que fosse. Uma solução para se livrar desses almoços que nada atrativos é preparar marmitas em casa na noite anterior e levá-las ao trabalho. Para facilitar sua vida, priorize receitas simples, fáceis de preparar e que vão deixar o almoço mais barato, leve e nutritivo. 


"Tem gente que acha que fazer marmita não vale a pena, pois daria trabalhoso e a comida poderia 'perder o gosto' por ficar a noite inteira na geladeira. É verdade que temperaturas muito altas podem comprometer alimentos mais sensíveis, mas há maneiras de driblar isso", garante Sulanne Carvalho Oliveira, nutricionista consultora da farmácia on-line Netfarma. Além de mais saudável, cozinhar em casa sai muito mais em conta também. "Dá uma bela diferença no orçamento no fim do mês", completa a especialista. 


Levar marmita ao trabalho em alguns dias da semana já é tendência nos escritórios das grandes metrópoles. Para ter menos trabalho na cozinha, o ideal é pensar em cardápios fáceis, rápidos e que sejam pratos únicos, como um risoto ou uma massa com uma salada e uma fruta. Apesar de simples, é importante priorizar todos os nutrientes. "É preciso incorporar na receita proteína, carboidratos, fibras, vitaminas e minerais", sugere. Sempre que possível, inclua leguminosas, folhas, verduras e sempre escolha grelhar ou assar a carne em vez de fritá-la. 

Outras dicas são importantes para deixar a marmita mais saudável. Prefira, por exemplo, cozinhar produtos da estação é melhor, porque eles estão em "plena forma", mais nutritivos e também mais baratos. Cuidado também para não cozinhar demais os alimentos. "No caso da pasta, deixe-a 'al dente', mais durinha, já que no dia seguinte eles serão reaquecidos. Se já estiverem moles demais, correm o risco de ficarem pastosos", lembra. E se no trabalho não houver onde esquentar a comida, não se preocupe: se jogue nas saladas e pratos frios! 

A nutricionista selecionou duas receitas deliciosas que vão incrementar sua marmita. Anote aí: 


Talharim de cenoura com abobrinha


- 100g de talharim integral 
- 2 cenouras 
- 2 abobrinhas 
- Ervas variadas a gosto 
- 1 xícara de cebola e alho picados 
- Azeite 
- Molho bolonhesa 

Ferva uma vasilha de água. Descasque as abobrinhas e as cenouras em tiras. Acrescente-as na água fervente (com sal e um fio de azeite) até ficarem 'al dente'. Em seguida aqueçao alho, a cebola e azeite. Depois, acrescente a abobrinha e a cenoura. Faça um molho proteico de sua preferência (ex: de tomates frescos com carne moída temperada) e acrescentar à massa junto à abobrinha e cenoura refogadas. 

Reprodução


Salada mediterrânea

- 100g de macarrão penne integral
- 150g de filé de frango
- 8 folhas de alface americana picada
- 5 folhas de rúcula
- 10g de uva passas
- 10g de castanha de caju triturada
- 10g de azeitonas pretas sem caroço
- 10g de tomate seco
- Sal
- Azeite extravirgem
- Vinagre

Cozinhe o filé de frango com água e sal em uma panela de pressão até ficar macio, desfie-o e reserve. Em outra panela cozinhe o macarrão 'al dente' e deixe esfriar. Em seguida, em uma travessa, misture alface, rúcula, uvas-passas, a castanha de caju, as azeitonas, o tomate seco e tempere com sal, azeite e vinagre a gosto. Junte o macarrão e misture.

Serviço:
Netfarma (www.netfarma.com.br)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas