domingo, 23 de março de 2014

Principais tipos de queijo Brasileiros ,leia mais



Vindos principalmente da Europa, os queijos conquistaram o paladar dos brasileiros, especialmente dos mineiros, que criaram suas próprias iguarias. Hoje o país produz mais de 70 tipos de queijo, mas alguns têm a preferência da população. 


Os grandes campeões da queijaria nacional são a Mussarela (30% do mercado), o Prato (20%), o Requeijão (7,5%) e o Minas Frescal (6%). Juntos, eles representam mais de 60% dos queijos produzidos no País. Muitos, como o requeijão, minas e prato são criações brasileiras, enquanto outros, como o parmesão, são inspirados em invenções estrangeiras.

Queijos brasileiros

Meia-cura - Típico de Minas Gerais, o meia-cura (também conhecido como curado) é uma variação do minas frescal. Embora bastante parecidos na composição, o meia-cura passa por uma maturação de cerca de 30 dias, adquirindo uma consistência mais seca e firme. É o mais usado na fabricação do pão de queijo.
Meia-cura
Minas Frescal - O nome já diz tudo: original de Minas Gerais, ele é um queijo fresco, ou seja, que não passa por período de maturação ou envelhecimento. Daí vem o sabor suave, muito apreciado para acompanhar sobremesas. Embora o minas frescal tenha poucas calorias, é engano pensar que todo queijo branco seja light. O cream cheese, por exemplo, está entre os tipos mais gordos que existem.
Minas Frescal 
Prato - Também mineiro, o vice-líder do mercado brasileiro (com uma fatia de 20%) deve seu nascimento ao apetite de imigrantes dinamarqueses, que tentaram replicar por aqui os queijos Danbo e Tybo, típicos de seu país natal. Não conseguiram, mas acabaram criando uma nova iguaria. No momento do registro, o Ministério da Agricultura deixou-se levar pela aparência do queijo, esférico e chato, e acabou dando-lhe o nome de "prato".

Prato
Requeijão - A versão mais conhecida da iguaria, o requeijão cremoso, que geralmente é vendido em copos, nasceu na cidade de Poços de Caldas (MG). Ele é feito com leite desnatado, ao qual é adicionado creme de leite fresco.
Requeijão
Requeijão de corte - Comum no Norte e no Nordeste do país, tem vários nomes, como requeijão crioulo ou baiano. De consistência firme, é servido em blocos ou fatias. Diferencia-se do requeijão cremoso por não receber creme de leite e ser feito com leite integral.
Requeijão de corte


Requeijão culinário (Catupiry) - É a variedade vendida em bisnagas, geralmente chamada de Catupiry (que é uma marca). Tem como principal diferença a termorresistência, ou seja, não derrete com facilidade, sendo assim usado em pizzas e outros alimentos que vão ao fogo.




Queijo coalho - Típico do Nordeste brasileiro, o queijo de coalho ficou famoso ao ser vendido nas praias em espetinhos assados na brasa. Ele é feito por meio da adição de coalho ou outras enzimas coagulantes ao leite. Uma de suas principais características é a ausência de fermento na fórmula. Essa é uma das razões por que ele demora a derreter.

Queijo coalho

Fonte: Revista Mundo Estranho (Abril), receitas da Tati e Queijos do Brasil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas