segunda-feira, 18 de abril de 2016

O Saco de Papel na história



Os sacos são provavelmente tão antigos quanto a necessidade do ser humano de transportar objetos. Entretanto, por serem produzidos com materiais pouco duráveis quase não são relatados pelos arqueólogos. As primeiras referencias encontradas, sacos em couro para carregar dinheiro, remontam a 2000 a.c. na ilha de Creta.


O uso dos sacos só foi difundindo a partir de 1700 com a revolução industrial, mas foi com a invenção da máquina de costura que seu uso se propagou mais rapidamente, já que inicialmente eram produzidos em juta ou algodão.

O papel já existia nesta época. Por ser caro e de difícil produção tinha seu uso quase que restrito à impressão de publicações. A partir de 1803 a utilização comercial passou a ser viabilizada com a produção do papel em bobinas, o que permitia menores preços e maiores quantidades.A primeira patente de uma máquina para a produção de sacos é de 1852 e pertence ao americano Francis Wolle, ela já incorporava muito dos princípios das máquinas atuais.

Invenção de Margaret


A grande dificuldade de cortar, formar e colar os fundos dos sacos foi resolvida por uma mulher. Margareth Knigth que, em 1870, patenteou uma máquina que executava estas funções de forma automática.

Margaret Knight
Este formato de sacos é usado ainda hoje em padarias, farmácias e pequeno varejo e a máquina atual tem o apelido de matadora. Este apelido deve-se provavelmente pelo barulho semelhante a tiros produzido quando as facas batem violentamente no papel.

Um fato curioso sobre a invenção de Margareth é que quando foi patenteá-la encontrou um pedido já registrado por Charles Annan que havia estado com ela tendo a oportunidade de estudar sua invenção.

Margareth foi à justiça e Charles alegou que uma mulher não teria capacidade de entender os mecanismos complexos que existiam em uma máquina. Mas apresentando desenhos originais e algumas testemunhas, Margareth ganhou a demanda.

Outro importante desenvolvimento foi patenteado por Chas Stilwell em 1883. Sua máquina fazia sacos com o fundo plano permitindo que parassem em pé. Além disto, apresentava as laterais com pequenas diferenças na altura o que permitia serem abertos com imensa facilidade. Este saco recebeu o nome de S.O.S. – self opening sack e é o modelo utilizado até hoje em diversas aplicações com destaque para os supermercados.

Fonte:www.sacodepapel.org.br/sacodepapel.htm

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas