terça-feira, 24 de julho de 2012

Empresa catarinense desenvolve fogão a biogás

33 famílias envolvidas em projeto para desenvolvimento de fontes de energias renováveis terão acesso ao produto.


A Mueller, empresa catarinense fabricante de eletrodomésticos de linha branca, deu um passo importante para o desenvolvimento de eletrodomésticos que utilizam fontes de energias renováveis no Brasil. A empresa adaptou um fogão de sua linha de produção para que funcione com biogás e o instalou na casa de um agricultor familiar em Marechal Cândido Rondon (PR), cooperado a Cooperbiogás.
O projeto Condomínio Agroenergia para a Agricultura Familiar instalado na Microbacia do Rio Ajuricaba, em Marechal Cândido Rondon (PR) é uma iniciativa pioneira no país, a qual o desenvolvimento do fogão a biogás está vinculada.
A iniciativa tem parceria com a Cooperbiogás – Cooperativa de Produtores de Agroenergia do Paraná, que administra o condomínio. São parceiros do projeto a Itaipu Binacional, o Centro Internacional de Energias Renováveis – Biogás, Prefeitura Municipal de Marechal Cândido Rondon, Embrapa, Emater, entre outros.

As famílias do condomínio tratam sanitariamente 16 mil toneladas por ano de dejetos de suínos e bovinos em pequenos biodigestores de baixa vazão, reduzindo em quase 80% o potencial de poluição orgânica do material. O biogás, fruto da decomposição do dejeto animal, é utilizado nas propriedades para usos gerais e a adaptação do fogão cria mais uma alternativa para sua utilização.

A Mueller pretende viabilizar a utilização dos fogões adaptados por todas as 33 famílias do condomínio. Não há, por enquanto, a intenção de comercializar o novo produto. A Mueller vê o experimento como uma preparação para o futuro. “Ter produtos que funcionem com energias alternativas é essencial para contribuirmos com o meio ambiente e a sustentabilidade. A indústria também precisa fazer sua parte” comenta, Robison de Azevedo, Diretor Industrial da linha fogões.
Os fogões disponíveis hoje no mercado funcionam com gás liquefeito de petróleo (GLP) e com gás natural (GN) e não são recomendados para o uso com o biogás. A Mueller converteu um fogão, fazendo ajustes no sistema de combustão e outros componentes. Dessa forma, o fogão passou a produzir chamas contínuas e regulares, possibilitando o uso doméstico de forma segura.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

EstampsCamisetas